Você está em:
home > especialidades > dermatologia cirúrgica
 

DERMATOLOGIA CIRÚRGICA

Dermatologia Cirúrgica compreende uma grande variedade de técnicas para remover ou modificar os tecidos cutâneos por razões cosméticas ou de saúde. Esses métodos promovem uma alta qualidade e um custo efetivo de cirurgia da pele dos quais incluem:
Cirurgia do couro cabeludo, cirurgia a laser, cirurgias químicas, criocirurgia, eletrocirurgia, cirurgia por aspiração, lipossucção, injeção de substâncias preenchedoras, cirurgia micrográfica de Mohs.

A pele é suscetível a descolorações e proliferações, ela também pode ser danificada pelo excesso de exposição aos raios de sol e envelhecimento. Na maioria dos casos, problemas cutâneos que requerem cirurgia dermatológica podem ser encaminhados ao consultório do seu dermatologista e geralmente com anestesia local, causa mínima dor e baixos níveis de complicações.

Indicação para cirurgias dermatológicas

Para estabelecer um diagnóstico definitivo, para remover proliferações cutâneas benignas ou malignas que podem interferir com as funções normais do corpo ou podem causar sintomas como dor, prurido ou sangramento, para melhorar a cosmética da pele removendo proliferações, escoriações, danos causados pela idade, luz do sol ou doenças.

Métodos de remoção
- Opções terapêuticas para remover proliferações benignas ou malignas:

Biópsia – Remoção de um fragmento de pele para exame sob o microscópio.

Curetagem e Eletrocoagulação - Curetagem de uma lesão benigna ou maligna por um instrumento cirúrgico cortante chamado cureta. A eletrocoagulação pode ser usada para parar o sangramento (cauterizar).

Excisão cirúrgica - Corte realizado na pele removendo uma lesão.

Criocirurgia – Aplicação de nitrogênio líquido na pele, para congelar e destruir um tecido.

Cirurgia a laser – Destrói proliferações ou vasos sanguíneos pela modificação dos tecidos com o poder da ação do comprimento de ondas de luz.

Cirurgia Micrográfica de Mohs – Remoção de um tumor da pele seguido de avaliação  sob microscópio para determinar a extensão das células malignas antes de remover mais tecidos. Enquanto o procedimento ocorre, existe uma alta taxa de cura removendo todo tumor e preservando mais tecidos normais do que por outros métodos. Usados para tumores grandes e agressivos e para tumores de alto risco de recorrência como por exemplo na nariz.

Terapia Fotodinâmica – Aplicação de um químico fotossensibilizante chamado ácido aminolevulinico ou cloridrato de aminovolinunato de metila sobre a pele  seguido da exposição da pele sobre uma fonte de luz especial.

Quimioterapia tópica – Uso de medicações como 5-fluoracil, diclofenaco sódico ou imiquimode para destruir  crescimentos pré-cancerígenos e algumas outras lesões malignas.

Radioterapia – Uso de Raios X para destruir tecidos com certos tipos de tumor de pele, assim como realizando em indivíduos que a cirurgia não é possível.

Dermoabrasão – Após a pele ser anestesiada, um equipamento abrasivo rotatório é usado para remoção das camadas externas da  pele igualando as irregularidades de superfície

Lipossucção tumescente – Procedimento realizado com anestesia local, é feita a remoção do excesso de gordura localizada em uma parte do corpo com pequena perda de sangue e segurança excepcional.

Tipos de câncer de pele
- Tumores cutâneos são classificados como benignos (não câncer) e malignos (câncer). Há 3 tipos principais de câncer de pele onde o mais comum e menos sério é o carcinoma basocelular que normalmente aparece como uma pápula pequena brilhante na pele fotoexposta. Ela pode sangrar, desenvolver uma crosta e voltar a sangrar novamente. Embora esse tumor cresça lentamente ele pode se tornar muito grande e penetrar profundamente. O segundo tipo de câncer de pele é o carcinoma espinocelular nas quais aparece como uma pápula que cresce avermelhada e ulcerada, formando crostas. O carcinoma espinocelular pode se espalhar através da pele para linfonodos e órgãos internos e podem inclusive causar a morte. Melanoma é o tipo menos comum mas mais sério de câncer de pele. Ele geralmente aparece como uma mancha negra ou castanha, com bordas e cores irregulares, que variam entre castanho, negro, avermelhado e branco. Melanoma freqüentemente ocorre no dorso superior de homens e mulheres e também nas pernas de mulheres, alem de se desenvolver na face , couro cabeludo, dedos, polegares e qualquer outra área do corpo.

Existe uma forma muito rara de melanoma que ocorre em famílias com muitos nevos melanocíticos atípicos, dos quais podem ser  removidos para evitar problemas maiores como a transformação para o câncer.

Uma mudança de uma pinta na pele pode indicar um problema sério, se tornar maior, mudar de cor. Se tornar assimétrico ou desenvolver uma borda irregular, coçar, sangrar, formar crostras ou se tornar doloroso, procure um dermatologista imediatamente.

Tratamento do câncer de pele - Varia de acordo com a localização, tamanho, agressividade do câncer e saúde geral do paciente. Na maioria dos casos, o dermatologista realizará a retirada de um pequeno pedaço da lesão (biópsia), para avaliar que tipo de comportamento essa lesão possui, o tecido é examinado sob o microscópio, tumores malignos requerem tratamento adicional.
Crescimentos benignos: muitos crescimentos não cancerosos, tais como ceratose actínica, ceratoses seborreicas, cistos, verrugas e nevos melanocíticos podem ser removidos usando métodos de cirurgias dermatológicas.

Ceratose actínica - são lesões cutâneas pré cancerosas, ásperas, com bordas avermelhadas, crostosas que aparecem em áreas fotoexpostas do corpo. Eles também podem ser tratadas por criocirurgia, curetagem, dermoabrasão, laser, terapia tópica, terapia fotodinâmica ou peelings químicos.

Ceratose Seborréica
- são graxentas com crescimento acastanhado que podem se espessar de superfície rugosa e freqüentemente se tornam rugosas e irritadas, especialmente pelo atrito pela roupas. Elas podem ser removidas por criocirurgia, curetagem ou shaving.

Cistos
- são pequenos saquinhos fechados que contém um material fluido ou sólido, pode  ser cirurgicamente removido para evitar inflamação e infecção e para melhorar o aspecto cosmético.

Verruga
- são crescimentos causados por um vírus que promove o espessamento local da pele. Pessoas de todas as idades podem desenvolver verrugas em qualquer lugar do corpo. Verrugas podem ser removidas por  criocirurgia, curetagem, eletrocoagulação, injeções com químicos ou laser cirurgias. Tratamentos médicos também estão disponíveis

Nevo melanocítico
- são crescimentos cutâneos comuns que são geralmente de cor castanha. Algumas vezes modificam-se adquirindo uma variedade de formas e tamanhos. Os nevos podem mudar na cor ou tamanho. O dermatologista pode remover o nevo por excisão cirúrgica ou shaving, para diminuir a irritação melhorar a aparência e prevenir que os nevos melanocíticos se transformem em câncer.

Melhora cosmética da pele
- Muitas manchas da pele podem ser eliminadas ou pelo menos melhoradas por um procedimento cirúrgico dermatológico apropriado.

Manchas da idade ou do fígado – são manchas grandes que desenvolvem em áreas fotoexpostas. Elas podem ser minimizadas usando protetores solares e responde bem a tratamentos como cremes, peelings químicos, criocirurgia ou remoção a laser. Tratamentos médicos também pode ser usados.

Capilares dilatados (vasos sanguíneos) - podem ser eliminados por eletrocirurgia, luz intensa pulsada, escleroterapia ou laser cirurgia.

Rugas – podem ser melhoradas com cremes, dermoabrasão, cirurgia a laser, luz intensa pulsada, terapia fotodinâmica, radiofreqüência, injeção de colágeno, preenchedores dérmicos, injeções de toxina botulínica ou peelings químicos, Esses métodos também podem ser usado em peles descoloridas, resultando em uma aparência  mais jovem. Terapias combinadas e cremes especiais podem ser úteis com este método.

Cicatriz e Quelóide – são resultados de acne, varicela, acidentes, cirurgia prévia e podem freqüentemente ser tratadas cor dermoabrasão, preenchimentos de tecidos mole (indutores de colágeno, ácido hialurônico e gordura). Cirurgia a laser, excisão com punch ou revisão excisional completa. As cicatrizes elevadas (quelóides) também podem ser tratadas cirurgicamente com injeção de corticóide.

Tatuagens – remoção de tatuagens pode ser feita com químicos, laser ou excisão cirurgica.

Gordura localizada – pode ser removida por lipossucção tumescente. O dermatologista tem novos métodos pioneiros para remoção de gordura sob anestesia local, nas quais evita-se a internação. A lipossucção para áreas do corpo como pescoço, antebraços, abdome, glúteos, coxas e joelhos, podem ser realizados de maneira eficaz segura e menos onerosa.

Perda de cabelo – Pode ser corrigida pelo transplante de cabelo nos casos de calvície já estabelecida. O dermatologista usa um técnica especial para remover a pele com os folículos pilosos. Então estes folículos pilosos individuais são inseridos em espaços criados no couro cabeludo receptor. Existe um período de 3 a 6 semanas entre o transplante e a cicatrização antes de novos cabelos começarem a crescer. Com 6 meses há crescimento de cabelos transplantados. Grandes áreas do couro cabeludo podem ser removidas para reduzir o tamanho da área calva. Em associação com o transplante de cabelo, medicamentos orais e terapias tópicas ajudam a repilar a área.

Consulta dermatológica cirúrgica
- Após obter um história  médica, o dermatologista examinará e diagnosticará o problema  cutâneo, explicará o que poderá acontecer se não tratado, descreverá os procedimentos avaliáveis assim como seus riscos e benefícios e diferentes opções de tratamentos e discutirá os cuidados do pós-tratamento. As consultas são geralmente necessárias  antes e depois dos procedimentos cosméticos para discutir as opções de tratamento, possíveis complicações, restrições pós-operatórias, expectativas dos pacientes e questionamentos.

Cor da pele
- A maioria das doenças de pele ocorre em todos os tipos de pessoas independente do seu tipo de cor. Certos problemas de pele são mais comuns em pessoas de pele mais escura. Uma grande variedade de grupos étnicos raciais, incluindo afro-americanos, alemães, hispânicos, latinos, índios.

Variação da cor da pele - a cor da pele é determinada pelas células chamadas melanócitos. Todas as raças têm o mesmo número dessas células. Melanossomos, são estruturas nos melanócitos que produzem um pigmento chamado melanina. Na pele negra existem mais melanócitos e estes são mais largos que nas pele claras. Embora pessoas com tons de cor mais escuras da pele estejam mais protegidos contra o câncer de pele, um protetor solar com amplo espectro UVA e UVB com FPS 15 ou mais alto deve ser usado rotineiramente por todos os indivíduos  nas mais variadas cores de pele. 

Manchas na pele ou Hiperpigmentação pós-inflamatória - dado pelo escurecimento da pele, pode ocorrer após uma injúria, tais como, cortes, arranhão, queimaduras ou outras lesões como acne ou eczema. É visto em todos os tipos de pele, mas é mais comum e observável na pele escura. Tratamentos precoces para esse problema podem ajudar a prevenir o aparecimento de manchas escuras. Áreas escurecidas da pele podem levar muitos meses a ano para desaparecer, embora medicações possam ajudar. Peelings químicos, microdermoabrasão e medicações clareadoras prescritas por um dermatologista podem diminuir esse pigmento mais rapidamente. Evite tratamentos que levam ao atrito da área exceto se for prescrito por um dermatologista. Uso diário de protetor solar é muito importante para prevenir hiperpigmentação pós inflamatória.

Vitiligo
- Vitiligo é uma condição na qual células responsáveis pela pigmentação da pele são destruídas e manchas  brancas irregulares aparecem. A causa exata é desconhecida, mas trata-se de uma desordem auto-imune (o corpo cria anticorpo contra o seu próprio pigmento).

A extensão da perda de cor difere de pessoa para pessoa. Não existe uma forma de predizer quanto pigmento se perderá embora seja raro a pessoa perder pigmento de todo seu corpo. A maioria dos pacientes com vitiligo não regenera a sua cor sem tratamento.

Muitos tratamentos incluindo cortisona modificadores da resposta imunológica, tratamentos a base de luz, laser e luz intensa pulsada, criogenia, ou enxerto de pele, podem ser usados para tratar vitiligo, mas não existe terapia perfeita. O método mais comum é puvaterapia, combinando uma medicação chamada psoralênico e luz ultravioleta A. Em casos onde vitiligo acomete a maioria do corpo é muitas vezes útil destruir o resto da pigmentação remanescente. Um dermatologista pode determinar qual o tratamento é mais bem baseado na extensão doença.

Pitiríase Alba - É uma condição na qual, existe uma placa arredondada e clara, na pele coberta por uma descamação muito fina. É muito comum encontrar em crianças onde as placas podem ocorrer em qualquer parte do corpo, mas são mais observadas na face e braços. As manchas brancas são resultados de um leve eczema e perda temporária da cor. Essa condição pode ser tratada por terapia tópica.


Pele seca - Pele seca é um problema de indivíduos de todos os tipos de pele, mas é mais intensa em pessoas com tons mais escuros. É desconfortável e facilmente observado em peles negras devido a seu aspecto acinzentado e descamativo. Uso regular de hidratantes pode ajudar, embora alguns desses produtos possam piorar outras condições como acne. Se a acne aparecer ou piorar o dermatologista deve ser avisado. A descamação também pode afetar o couro cabeludo, pomadas ou óleos capilares podem diminuir o ressecamento do couro cabeludo, mas pode agravar a seborréia, um problema cutâneo inflamatório descamativo e com coceira. Se pomadas e óleos capilares forem para a testa pode ocluir os poros causando acne cosmética. Se isto ocorrer  pare o uso destes produtos e limite-se apenas a linha do cabelo. Pomadas  também podem contribuir para a infecção bacteriana do couro cabeludo  chamada  foliculite, na qual produz espinhas, pus e avermelhamento ao redor do cabelo podendo causar quedas de cabelo. Se isso ocorrer, descontinue o produto e procure o dermatologista.

Dermatose papulosa nigra - Ocorre quase exclusivamente em afro-americanos é  e mais freqüente em mulheres. Estas lesões negras acastanhadas geralmente aparecem nas bochechas, lembram nevos melanocíticos ou verrugas planas, embora não sejam o mesmo. Elas não são cancerosas, são variantes benignas das chamadas ceratose seborréica mas alguns pacientes preferem remover por razões estéticas.

Quelóides
- Quando uma cicatriz de um corte ou ferimento, cresce ou espalha  além do tamanho da cicatriz original é conhecido como quelóide. Ela pode variar em tamanho, forma e localização, e são encontradas mais freqüentemente em pessoas com pele mais escuras. É muito comum nos lobos de orelhas, tórax, dorso ou braços. O quelóide geralmente ocorre após uma injúria ou infecção. Ocasionalmente ele pode ocorre espontaneamente, principalmente no meio do peito. Quelóides freqüentemente aparecem após cirurgia e após brincos na orelha. Dependendo da localização, o tratamento consiste em injeções de cortisona, curativos compressivos, géis de silicone, cirurgias, tratamento a laser, criocirurgia, nitrogênio líquido, radioterapia ou terapias combinadas. Infelizmente são difíceis de tratar e tendem a retornar, algumas vezes maiores do que antes, novos esquemas terapêuticos como o imiquimode estão sendo desenvolvidos.

Acne queloidiana da nuca ou Foliculite queloidiana
- Alguns homens especialmente aqueles que usam barbeador para cortar os pelos do dorso do pescoço desenvolvem espinhas com cicatrizes parecidas com quelóide. A área pode coçar e muitas vezes infectar. Tratamentos incluem antibióticos orais, medicamentos tópicos para acne e corticóides tópicos ou injetáveis. Quando severa, pode ser necessário a remoção cirúrgica ou com laser O tratamentos precoces é imprescindível para melhor resultado.

Queda de Cabelo
- Existem várias situações que podem proporcionar a queda de cabelo. A queda de cabelo pode ser localizada ou difusa. As causas podem ser genéticas ou adquiridas e os tipos mais comuns de queda de cabelo são a alopecia androgenética, alopecia areata e o eflúvio telógeno e anágeno. Fatores raciais e culturais onde a moda dita padrões de beleza estão diretamente envolvidos.

Pseudofoliculite da barba (barba encravada)
- O fio de pessoas afro-descendentes é curvo no cabelo, na área da barba e nos pêlos do corpo. Após o barbear rente, a ponta afiada do pêlo cortado pode crescer encurvado, voltando novamente  a pele. Isso causa uma reação da pele inflamatória com nódulos. Deixar o pêlo crescer é uma solução. Homens com pêlos encravados devem tentar diferentes métodos de remoção de pêlo. O barbear cuidadoso pode ajudar. Após umedecer a barba com água quente, aplique espuma de barbear, deixe com que o creme e ou espuma amacie a barba. Faça a barba especialmente em direção do crescimento do pêlo, evitando sentido contrário, evite também o barbear diário e cortar o pêlo muito rente. Creme depilatório pára remover o pêlo pode ser usado, mas eles não são úteis para qualquer pessoa. Eletrólise é outro método efetivo para resolver o problema. A redução ou remoção do pêlo através de laser é o melhor método e mais eficaz mas em tons de pele mais escuros, podem ser necessárias mais sessões que em pele branca. Medicamentos a base de cremes pode ser usados para retardar o crescimento do pêlo. Consulte um dermatologista sobre as opções terapêuticas.

Unhas
- Bandas ou linhas negras em múltiplas unhas dos dedos das pessoas negras, são usualmente normais e tendem a aumentar com o passar dos anos. O enegrecimento ao redor da face da unha, mudanças no tamanho, formato ou cor de uma banda já existente ou desenvolvimento de uma  única lesão negra, pode ser um sinal de um tipo perigoso de câncer de pele e deve ser avaliado por um dermatologista.

Melanoma
- Melanoma pode ocorrer na palma, planta, dedos das mãos e pés, assim como membranas mucosas (como do nariz, boca e genitais), em pessoas com a pele escura. Qualquer marca negra ou que mude de tamanho, aspecto, forma ou cor nessas áreas deve ser visto por um dermatologista imediatamente. As condições de cabelo, pele  e unhas, comumente de pessoas com pele escura ou negra, não são geralmente grandes, mas ele podem  acarretar algum problema maior, essas condições são facilmente reconhecidas e pode ser resolvidas com sucesso por um dermatologista.


 
:: ESPECIALIDADES

Dermatologia Clínica
Câncer de Pele
Dermatologia Cosmética
Dermatologia Cirúrgica


:: CADASTRE-SE

Nome
E-mail
OK


Dermatologia Cirúrgica - Cirurgia Dermatológica em São Paulo

Contato
R. Barata Ribeiro, 490 5º andar
01308-000 - Sao Paulo - SP
Tel: 55 11 3255-7599
dermatologianomina@uol.com.br

mapa de localização


Twitter