Você está em:
home > especialidades >
dermatologia clinica > saude das unhas

 

Doenças das Unhas


doencas das unhas

Uma visão geral das suas unhas

As unhas possuem muitas funções importantes, ajudam a manipular pequenos objetos e proteger e apoiar os tecidos dos dedos das mãos e pés. As unhas também podem ser muito atrativas, mulheres mais que homens dão uma grande importância a aparência de suas unhas e gastam considerável tempo e dinheiro  para cuidá-las. Unhas refletem os hábitos pessoais, individuais, mas mais que isso, as unhas também podem refletir o estado de saúde do indivíduo.

As unhas são produzidas por células cutâneas que estão nas pontas dos dedos das mãos e pés. São compostas primariamente por queratina, uma proteína dura também encontrada na pele e cabelos. As unhas crescem da matriz para fora, como células idosas. As células são compactadas e colocadas de uma maneira plana, dura entre elas. As unhas dos dedos das mãos crescem mais rápido que as unhas dos pés. As unhas também crescem mais rapidamente no verão do que no inverno. As unhas da mão dominante de uma pessoa cresce mais rápido e as unhas dos homens crescem mais rápido do que das mulheres, exceto na gravidez e nos idosos. O crescimento das unhas pode ser afetado por doenças, alterações hormonais e processos da idade. A média de crescimento das unhas é de 0,1 mm por dia, taxa individual que depende da idade, época do ano, nível de atividade e herança genética.

Como uma doença nas unhas pode me afetar?

Podem afetar nossas habilidades para pegar pequenos objetos, o nosso jeito de andar e nosso toque. Frequente nas crianças, problemas de unha geralmente aumentam com o passar da vida e afeta grande número de pessoas idosas. Isso é devido a suscetibilidade que as unhas possuem às infecções fúngicas, e, isso aumenta com o passar dos anos devido ao seu espesssamento além de problemas de circulação e uso de medicações.Unhas fracas são uma queixa comum no consultório.

Doenças comuns das unhas

Desordens das unhas comprometem 10% de todas as condições cutâneas. Devido a sua localização as unhas sofrem vários tipos de traumas. A maioria das pessoas já machucaram suas unhas prendendo nas portas, tiveram unhas encravadas ou até tiveram infecções por vírus, fungos e bactérias. Algumas vezes ferimentos nas unhas dos pés resulta da atividade física por usar calçados esportivos inadequados. A maioria dos traumas de unha cicatriza espontaneamente, outras doenças mais sérias ou traumas requerem tratamento profissional. Sintomas que poderiam sinalizar problemas de unhas incluem alteração de cor e formato, descamação das unhas e da pele ao redor das unhas, dor, persistência de linhas brancas ou negras, dentes ou ranhuras nas unhas. Unhas frágeis e quebradiças e que devem ser advertidas ao dermatologista.

Manchas Brancas:

São pequenas manchas brancas semicirculares que resultam por injúria da base da unha (matriz), onde as células das unhas são produzidas, não são causas para preocupação e geralmente crescem até desaparecer. Manchas brancas são muito comuns e geralmente recorrem.

Hemorragias Subungueais

É a ruptura de vasos sanguíneos do leito ungueal que podem causar pequenas marcas avermelhadas lineares que aparecem sob o leito ungueal. São causados por traumas das unhas, medicações ou doenças.

Unha Encravada

Ocorre no canto das unhas que se curvam para dentro da pele. O dedão é mais vulnerável. Corte de unhas inadequados, sapatos inadequados ou pouco cuidado podem levar a esse problema comum das unhas. A unha encravada pode ser dolorosa e muitas vezes levam a infecção. O tratamento adequado pode evitar problemas maiores. As unhas encravadas são em média 50% das desordens das unhas e podem ser difíceis de ser tratadas.

Infecções Fúngicas

Frequentemente ocorre na ponta distal das unhas que separam a unha descolada do leito ungueal. Cândidas ou fungos são comuns nas unhas dos dedos especialmente das mãos onde sempre estão úmidas pelo hábito de lavar ou em pessoas com diabetes.

Macerações

Verde, amarela ou negra. Podem sair de baixo da unha e levar a alteração da cor da mesma. O topo da unha ou a pele da base também podem estar afetados. Os dedões dos pés são mais suscetíveis às infecções fúngicas porque estão confinados a um ambiente úmido e quente.

Infecções Bacterianas

Causam vermelhidão, feridas e dor nas unhas. A causa mais comum é trauma das unhas ou da pele ao redor e também devido a exposição frequente a água e produtos químicos. Uma descoloração verda da unha é devido a infecção por bactéria chamada pseudomonas.

Tumores e Verrugas

Podem ser encontrados em qualquer porção da unha, o leito ungueal pode mudar de formato ou ser destruido devido ao crescimento do tumor ou da verruga. Verrugas são infecções virais que afetam a pele ao redor e em baixo da unhas, podem ser dolorosas e muitas vezes causam a limitação do dedo afetado. O tratamento geralmente envolve congelamento ou químicos que destroem verrugas. Se o tumor ou verruga avançarem pelo dedo, pode ocorrer sob o leito ungueal e a cirurgia pode ser necessária para removê-lo. Algumas vezes durante o tratamento do tumor ou verruga, a unha pode ser danificada.

Cisto Mixóide

São claros, transparentes, preenchidos por uma substância gelatinosa, transparente que pode aparecer na base da unha. Pode ser doloroso e danificar ou deformar a unha e pode ser removido.

Manchas negras

Manchas negras nas unhas devem ser avaliadas por um dermatologista para ter certeza de que não é cancerígena.

Psoríase:

É uma dença cutânea crônica caracterizada por placas vermelhas descamativas. Aproximadamente 10 a 15% das pessoas com psoríase e 80% das pessoas que sofrem de inflamações associadas à psoríase possuem problemas nas unhas. Os sinais mais comuns incluem, irregularidade de relevo, descoloração da unha, descoloração vermelho acastanhada da pele sob a unha, separação da unha do leito ungueal, linhas hemorrágicas, unhas fracas, assim como descamação e vermelhidão da pele ao redor da base da unha.

Roer as unhas

Hábito difícil de parar. É um problema comum, especialmente entre crianças jovens e está relacionado com a ansiedade. Roer as unhas não dá apenas um desagradável aspecto visual às unhas, mas é também uma boa maneira de levar microorganismos das unhas para boca e vice-versa. O hábito constante de morder a unha e remover a cutícula pode causar a deformidade das mesmas. Aplicando esmalte ou líquidos de gosto amargo nas unhas assim como outras terapias podem ser suficientes para parar com o hábito.

Síndrome das unhas frágeis:

É queixa comum, caracterizada por aumento da fragilidade das lâminas ungueais. Afeta quase 20% da população geral, sendo mais comum em mulheres. Várias causas estão associadas a este problema que deixa as unhas fracas e quebradiças e devem ser afastadas. Medicações tópicas e orais beneficiam em muito a reestruturação das unhas fracas.

Tratamento para as doenças das unhas

Desordens das unhas são difíceis de tratar e respondem muito lentamente a terapia devido ao seu lento crescimento e a dificuldade das unhas absorverem as medicações. Tratamentos cirúrgicos são comuns, como remover os tumores ou corrigir anormalidades estruturais. Tratamentos não cirúrgicos incluem o uso de medicações orais e tópicas.

Janela da saúde

A unha pode revelar muito sobre a saúde das pessoas. Muitas doenças podem ser detectada por alterações das unhas. A maioria dos médicos examinam as unhas cuidadosamente durante exame físico. As condições mais comuns de saúde e seus efeitos são:

  • doenças hepáticas (unhas brancas);
  • doenças renais (unhas metade branca e metade rosa);
  • doenças cardíacas (leito da unha é avermelhado);
  • doenças pulmonares  (amarelamento e espessamento da unha e um crescimento lento);
  • anemia (leito das unhas pálido);
  • diabetes (unhas amareladas).

Cuidados com as unhas

Muitas desordens das unhas resultam de um pobre cuidado, assim, desenvolver bons hábitos pode ajudá-lo a mantê-las saudáveis. Lembre-se das seguintes dicas:

  • manter as unhas secas e limpas, isso ajuda a manter as bactérias e outros microorganismos infecciosos longe delas;
  • se as unhas dos pés estão grossas, deixe-as em água quente com sal por 5 a 10 minutos, aplique creme de uréia, o qual amolecerá as unhas, e se tornará mais fáceis de cortá-las;
  • as unhas podem e devem ser cortadas retas, não fazendo curvas em suas bordas;
  • evitar morder as unhas e não remova sua cutícula;
  • usar esmaltes suaves para pintar as unhas, deixando-as livres de oleosidades;
  • evitar manipular unhas encravadas, principalmente se já estão infectadas, procure um tratamento com um dermatologista;
  • reportar qualquer irregularidade ungueal a um dermatologista, alteração de unhas, secreção e dor podem ser sinais de um problema sério.




 

 

:: CADASTRE-SE

Nome
E-mail
OK


Diagnóstico e Tratamento para Doenças das Unhas em São Paulo

Contato
R. Barata Ribeiro, 490 5º andar
01308-000 - Sao Paulo - SP
Tel: 55 11 3255-7599
dermatologianomina@uol.com.br

mapa de localização


Twitter