O que é Câncer de Pele?

De todos os cânceres que podem afetar o corpo humano, cerca de 25% são de pele. Nos últimos anos, o diagnóstico de Câncer de Pele vem aumentando em todo o mundo, bem como pesquisas e tratamentos que, além de modernos, são muito avançados. É com a união entre conhecimento e tecnologia que grande parte da população tem acesso aos mais diversos modos de prevenção. Se existe a suspeita de uma possível lesão maligna, é imprescindível o contato com um profissional para informar sobre os cuidados específicos com a pele e com o sol, evitando que você e sua família sejam prejudicados por esse grande vilão.

O Câncer de Pele é um tumor que pode ser originado por qualquer célula que compõe a pele. Ele é definido pelo crescimento anormal dessas células, bem como uma coloração fora do normal. A melhor forma de identificar possíveis indícios é observar a condição da pele, em frente ao espelho, nas mais variadas partes do corpo, incluindo cabeça, orelhas, costas, pés e pescoço em cerca de 1 a 2 vezes por ano.

Manchas, verrugas, pintas irregulares, cicatrizes ou sinais que mudam de tamanho, forma ou cor devem ser observadas e identificadas com o auxílio de um dermatologista na prevenção, diagnóstico, acompanhamento do problema e, por fim, no tratamento.

 

 

Um dermatologista é o profissional indicado para analisar e diagnosticar a pele.

 

Os principais indicadores do Câncer de Pele:

Existem vários indicadores para o desenvolvimento de um possível Câncer de Pele, que variam de acordo a estrutura de cada corpo humano e estilo de vida de cada pessoa. Alguns dos principais indicadores são:

  • Genética:
    Pessoas que têm antecedentes familiares com a doença são mais propensas a desenvolverem fatores de risco. Além disso, se já houve um diagnóstico e tratamento de um câncer de pele anterior, as chances de sofrer novamente com outro tumor são maiores, o que é chamado de recidiva.
  • Exposição ao sol:
    O sol pode ser extremamente benéfico para a pele, mas sem a proteção adequada, o risco para o desenvolvimento de um câncer de pele é extremamente aumentado. A exposição solar desprotegida agride a pele e causa, até mesmo, alterações nas células que podem levar ao câncer.
  • Idade e gênero:
    O câncer de pele tem maiores chances de reincidir, principalmente, na idade adulta. Aproximadamente, a partir dos 50 anos de idade, as pessoas já tiveram tempo o suficiente para uma maior exposição solar. Além disso, a probabilidade de atingir homens é maior do que mulheres.
  • Imunidade:
    Um dos fatores que aumentam o risco de câncer de pele é a imunidade enfraquecida, que inclui pessoas que possuem leucemia ou linfomas, bem como pacientes que tomam medicamentos para melhorar o sistema imunológico.
  • Características da pele:
    Pele, cabelos e olhos mais claros são características de pessoas que têm maior chance em desenvolver doenças de pele. Além delas, pessoas que possuem sardas pelo corpo ou albinismo também apresentam fatores de risco. Pessoas com um tipo de pele que não consegue se bronzear e se queima facilmente também devem ficar atentas às mudanças.

Tipos de Câncer de Pele

Veja abaixo os tipos de câncer de pele e suas principais características:

Carcinoma Basocelular

Carcinoma Basocelular é a forma de câncer mais comum no ser humano. Na maioria dos casos acredita-se estar relacionado à exposição aos raios ultravioleta.

Conheça

Carcinoma Espinocelular

Segundo tipo de câncer mais comum. Pessoas de meia idade ou mais, com pele, cabelos e olhos claros e com exposição solar frequente são mais acometidas.

Conheça

Dermatoscopia

É um exame realizado por um dermatologista que permite estabelecer diagnóstico mais preciso das lesões pigmentadas da pele.

Conheça

Fotoproteção

Informações científicas modernas tem mostrado muitos efeitos nocivos da exposição solar, nos quais, o envelhecimento precoce e o câncer de pele.

Conheça

Índice UV

Alguma exposição à luz solar é necessária, o excesso pode ser prejudicial causando queimaduras na pele, envelhecimento cutâneo, por exemplo.

Conheça

Melanoma

É um câncer de um tipo de células da pele chamadas melanócitos. Os melanócitos são responsáveis pela produção da melanina, responsável pela coloração da pele.

Conheça

Bronzeamento

Recentemente alguns cientistas tem sugerido haver uma associação da radiação UVA e UVB com o melanoma, o tipo mais grave de câncer de pele.

Conheça

O Sol e sua pele

A exposição aos raios solares costuma ser considerada como saudável pela população em geral. Mas não é bem assim, é importante ler a respeito de seus malefícios.

Conheça

Terapia Fotodinâmica

A terapia fotodinâmica pode ser considerada o método mais moderno para tratamentos estéticos e dermatológicos decorrente de um processo fotoquímico.

Conheça