O método tradicional de peeling, apesar de muito eficiente, deixa o rosto levemente irritado, vermelho, e a recomendação expressa para quem está passando pela “troca de pele” é fugir do sol. Menos agressivo, o peeling de diamante não utiliza produtos químicos e, por isso, não deixa a cútis tão manchada e nem tão sensível à luz solar. O tratamento é mecânico e se dá por intermédio de um pequeno aparelho semelhante a uma caneta, cuja ponta é salpicada com grânulos de diamante que atuam como um esfoliante.

O que é Peeling de Diamante

É um tratamento de renovação celular que devolve a elasticidade, clareia as manchas, diminui a oleosidade e a acne e ainda é e menos agressivo que alguns peelings químicos. O método consiste em uma microdermoabrasão superficial, onde é usada uma ponteira de diamante que desliza sobre a pele promovendo uma esfoliação. O principal objetivo desse peeling é refazer a superfície da pele, reduzindo as rugas finas e diminuindo os poros que estão dilatados.

Como o Peeling de Diamante age

A abrasão e esfoliação são controladas e estimulam a formação de colágeno – proteína natural da pele – que vem a ser a chave da elasticidade e do tônus facial. É um peeling leve e retira somente uma parte da epiderme, podendo ser usado para preparo da pele para peelings químicos, ou usado isoladamente com bons resultados.

O tratamento age de maneira suave e progressiva, pode ser usado em todos os tipos de pele, inclusive em peles morenas e também bronzeadas. É realizado no consultório do dermatologista.

Indicações do Peeling de Diamante

O tratamento com peeling de diamante estimula a regeneração das células e o aumento da produção de colágeno afina a pele, combate manchas de acne e as linhas de expressão. No corpo é eficaz no tratamento de estrias, flacidez e rejuvenescimento.
Também está bem indicado para as “bolinhas dos braços”, que aparecem em pessoas atópicas, chamadas de queratose pilar, com resultados satisfatórios.
No tratamento das estrias, o processo se dá de acordo com o tipo da estria e pode ser um pouco mais agressivo, sendo assim, o especialista regula a abrasão para fina ou grossa. É ideal para eliminar estrias novas que estão ainda vermelhas. Mas, também diminui bastante a visibilidade das brancas que já são antigas.

O Peeling de Diamante dói?

O método é indolor. Porém a paciente pode apresentar vermelhidão ou eritema transitório nas áreas tratadas e fica proibida de tomar sol por cerca de duas semanas.

Quantas sessões de Peeling de Diamante são necessárias?

São necessárias de cinco a dez sessões com intervalos semanais, quinzenais ou até mensais que varia de acordo com a indicação.

Acredita ter problemas com Peeling de Diamante clique agende uma consulta agora!