O que é Pé de Atleta

Pé de atleta é uma condição cutânea muito comum. Muitas pessoas desenvolvem pelo menos uma vez na vida. É mais frequente entre adolescentes e adultos homens, mas pode ocorrer em mulheres e crianças, com a idade abaixo de 12 anos. O pé de atleta pode ser facilmente tratado. Muitas vezes podendo recorrer em indivíduos susceptíveis.

O pé de atleta, que também é conhecido como tinea pedis ou micose dos pés, é uma infecção fúngica por pequenos seres vivos que podem crescer e multiplicar na pele do Homem, especialmente nos pés. Cresce melhor no escuro e em lugar aquecido e úmido, sendo assim, os pés calçados são lugares perfeito para o fungo se desenvolver.

Por que razão ocorre o Pé de Atleta?

O pé de atleta é contagioso e pode ser ocasionado por andar descalço em banheiros coletivos e no próprio chão. Entretanto, não é sabido exatamente quem possui o risco para desenvolver o pé de atleta. Pés suados, meias apertadas e sintéticas tem maior risco de proporcionar a infecção.

Com o que ele se parece?

O pé de atleta pode nem sempre ter o mesmo aspecto. Em algumas pessoas a pele entre os dedos, especialmente entre os dois últimos dedos, descama, esfarela e macera. Tende a ficar avermelhada, descamativa e até ressecada nas solas e ao longo da borda lateral dos pés. Alguns indivíduos podem desenvolver uma pequena placa ou bolha que coça. Essas mudanças na pele podem também ocorrer por outras condições médicas, como, dermatite de contato e psoríase. Infecções fúngicas dos dedos dos pés podem também ocorrer associadamente e dificultar o tratamento. Infecções das unhas causam descamação, crostas, espessamento e até perda parcial das unhas. Essas mudanças podem também resultar em outras condições, como na psoríase, feridas traumáticas e outras dermatoses.

Muitas medicações vendidas no balcão de farmácias são indicadas para esse tipo de acometimento. Se já usou alguma dessa medicação e não foi eficiente, deve procurar um dermatologista para promover um diagnóstico correto e prescrever a medicação ideal para o caso. Pés de atleta mal tratados podem resultar em bolhas, feridas e promover infecção bacteriana secundária.

Diagnóstico do Pé de Atleta

O dermatologista examinará os pés por inteiro. Este exame pode incluir a área descamativa da pele do pé. A pele descamativa pode ser examinada pelo microscópio para procurar pequenos fragmentos do fungo e ser colocado em um tubo de ensaio para promover a cultura ou para posterior identificação.

Tratamento de Pé de Atleta

Uma vez diagnosticado, o tratamento é instituído imediatamente. Para casos simples, cremes antifúngicos são efetivos e podem aliviar os sintomas como queimação e coceira rapidamente. Em alguns casos severos ou com infecção bacteriana associada, comprimidos e antifúngicos podem ser prescritos. Infecções das unhas dificultam o tratamento e requer muitos meses de antifúngico oral. Tomar medicações ou passar os antifúngicos em creme, conforme a prescrição. Quando a pele apresentar melhora, a infecção ainda pode permanecer ativa por algum tempo e pode piorar se interromper o tratamento antes do tempo indicado.

Como prevenir Pé de Atleta

  • Lavar os pés diariamente.
  • Secar os pés rigorosamente, especialmente entre os dedos após os banhos. Uma dica muito útil é usar secador de cabelos para secar os pés.
  • Evitar vestir sapatos muito apertados especialmente no verão, sandálias e chinelos são os melhores calçados para essa época do ano.
  • Usar meias de algodão, capazes de absorver o suor e trocá-las diariamente.
  • Usar um pó antifúngico nos pés e nos sapatos.
Acredita ter problemas com Pé de Atleta clique agende uma consulta agora!